Abscesso dentário e infecção na gengiva: o que você precisa saber

Você está relaxando após um dia de trabalho ou passando um tempo com sua família quando sente uma dor aguda na boca. Se você tem um histórico de problemas dentários – como infecção na gengiva, no dente ou até mesmo cárie – a dor pode estar relacionada a um abscesso dentário.

Há dois tipos de abscesso dentário: um é o abscesso periapical, que afeta a raiz do dente; o outro é o abscesso periodontal, que afeta a gengiva. Este último geralmente ocorre em casos graves de doença periodontal, quando a gengiva se afasta dos dentes, causando a formação de bolsas. Os dois tipos de abscesso consistem em pequenas bolsas com acúmulo de pus bacteriano. Com o tratamento certo, você pode se recuperar de qualquer um dos tipos e retomar o controle de sua saúde bucal.

Eu tenho um abscesso?

Embora possa ser difícil detectar uma cárie ou infecção periodontal logo no início, geralmente é muito fácil saber quando um abscesso se forma. O maior sintoma é dor intensa. O National Institutes of Health (NIH) descreve a dor de um abscesso dentário como contínua, aguda e frequentemente intensa o bastante para causar muito incômodo. Você pode ter problemas para mastigar, sensibilidade a alimentos quentes ou frios e até inchaço dos linfonodos – que ajudam a combater infecções em todo o organismo.

Você também consegue sentir o abscesso na boca. No caso de um abscesso periodontal, uma lesão se desenvolverá na área afetada. Um pequeno inchaço, parecido com uma espinha, também pode se formar na gengiva perto de um abscesso dentário.

O que devo fazer?

Consulte o dentista quando suspeitar ou notar qualquer tipo de abscesso. Até a consulta, faça bochechos com água e sal para ajudar a aliviar a dor. O dentista também pode recomendar algum medicamento para a dor.

O primeiro passo do tratamento de um abscesso no dente ou na gengiva é drenar as bactérias da bolsa e limpar a área. Provavelmente, o dentista prescreverá antibióticos para matar as bactérias sobreviventes. Para obter o melhor resultado, é preciso tomar o medicamento conforme indicado.

O próximo passo depende da localização do abscesso:

  • No caso de um abscesso periapical, geralmente é feito um tratamento de canal, segundo a Mayo Clinic. Nesse procedimento, o dentista vai remover a polpa do dente, limpar a área, restaurar o canal e colocar uma restauração para dar suporte ao dente, conferindo-lhe um aspecto saudável e natural.
  • O tratamento de um abscesso periodontal envolve a consulta com um periodontista para ajudar a drenar a infecção e fazer uma limpeza profunda da área com raspagem e aplainamento radicular. Esse procedimento remove a placa bacteriana e o tártaro da superfície do dente e debaixo da margem gengival. Segundo o NIH, também aplaina a superfície do dente e da raiz, dificultando a aderência de bactérias. O dentista pode prescrever um antibiótico para combater a infecção. Se o osso ou a gengiva estiverem gravemente comprometidos pela doença periodontal, o paciente pode precisar de cirurgia para eliminar a infecção nos ossos e no tecido de suporte, a fim de impedir a recorrência do abscesso.

Como evitar a recorrência do abscesso?

Depois que um abscesso dentário é tratado e curado, manter bons hábitos de higiene bucal em casa pode ajudar a impedir que o problema ocorra novamente. Escolha um creme dental que ofereça proteção contra germes e ajude a prevenir o acúmulo de tártaro. E não importa o que você faça em casa, é sempre uma boa ideia consultar o dentista regularmente, pelo menos duas vezes ao ano. Se você tem um histórico de infecção na gengiva, o dentista pode querer vê-lo com mais frequência para garantir que ela permaneça saudável.

Procurar o tratamento para um abscesso dentário é uma das melhores coisas que você pode fazer pela sua saúde. Um abscesso não tratado pode causar mais infecções. Com o tratamento adequado, ele geralmente desaparece, deixando seu sorriso limpo e saudável.

Este artigo tem como objetivo informar e difundir o conhecimento sobre tópicos gerais de saúde bucal. Esse conteúdo não deve substituir a orientação, o diagnóstico nem o tratamento profissional. Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

Fonte: https://www.colgate.com.br/oral-health/conditions/mouth-sores-and-infections/dental-abscesses-and-infection-in-gums-what-you-need-to-know-1114

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.